Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Série Cartas - A casa da avó

Guarulhos, 11 de novembro de 2016

A casa da avó

Querida alma, mais um olhar...

Ontem caminhava em direção ao metrô, conversando sobre família. Tão raro alguém comentar sobre estas relações mais próximas , que demorei a responder como era a minha.
Geralmente escuto perguntas sobre formação profissional e acadêmica. Ouvir sobre sua formação humana é raro. De onde vim? Qual a minha história?
Me senti preenchido, por estar num diálogo tão simples, mas enriquecedor.
E a conclusão que ouvi sobre como me relaciono foi: "Você é tipo a casa da vó".
Pedi uma explicação, foi a primeira vez que ouvi esta expressão. Pelo que absorvi é aquele que agrega os outros e acolhe. Adorei a resposta.

E é minha postura narrativa, a do GRANDE AVÔ. A imagem mítica de um ancião sentado em volta da fogueira, partilhando ensinamentos que sobrevivem desde antes dele e rumo a geração que virá. Viver é complexo. Existir, desafiador. O ancião já viveu um pouco mais e sabe que por imposição nada é realmente e…

Últimas postagens

Série Cartas - Loucos por gentileza

Série Cartas - Meu nome

Série Cartas - Hoje

Série Cartas - Eu sou a raposa...

Carta - Meditação

Carta - Fios - A Princesa flutuante

Série Cartas - Mar de gente

Série Cartas - Garimpo, garimpar

Série Cartas - Amor III

Série Cartas - Palpitar